Agricultura Pecuária e Abastecimento

Festa cultural marca certificação de comunidade quilombola

A festividade aconteceu na tarde de domingo (20), com a presença de muitas pessoas, na sua maioria ligada a famílias afrodescendentes

1.552

Por Comunicação Guaçuí , fonte Agricultura de Guaçuí
Publicado em 21/05/2018 às 13:19  •  atualizado há 12 horas

Numa bonita festa, com todos os ingredientes típicos, no Córrego Sossego, foi entregue oficialmente o Certificado da Comunidade Quilombola existente no local. E muita gente foi se deliciar e aprender um pouco mais sobre a comunidade que fica próxima à Cachoeira do Carlito, na casa da Dona Lena, numa festa organizada pelos membros da comunidade e a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes.

A festa foi para toda a comunidade, mas não há como negar que a mais animada, coordenando tudo que acontecia, era Maria Helena de Oliveira Barbosa, a Dona Lena, 52 anos. E foi de sua cozinha que saíram as delícias típicas da cultura quilombola para servir aos visitantes que apareceram para prestigiar o momento histórico. Além de uma mesa com produtos típicos, como a farinha de mandioca, farinha de milho, amendoim, broa de milho e de melado, café de melado e doces diversos, todos puderam saborear feijoada completa (com direito a couve picada fininha e laranja fatiada), tutu, canjiquinha e canjicão.

E assim como a culinária, a festa contou com a apresentação de capoeira, bate flecha junto com a Lira (banda de música) e caxambu, seguido de música ao vivo e alegria sobrando. E Dona Lena não escondia disposição e felicidade. “Estamos muito felizes e agradecemos ao pessoal da Prefeitura que nos deu todo apoio para chegarmos a esse momento e termos esse papel que não é para ficar na gaveta, mas para realizar nossos sonhos”, disse, ao lado de seu pai, sua mãe e demais membros da família. “E temos que conservar isso e sermos uma família em união, trabalhando ombro a ombro”, completou, sendo seguida por seu pai – o patriarca da comunidade , Seu Maciel. “Estou muito satisfeito em estar aqui, junto com minha família, unindo esse povo”, afirmou ele.

A festa que marcou o momento histórico reuniu autoridades do município e representantes de entidades, como a Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq) e Coordenação Estadual das Comunidades Quilombolas do Espírito Santo – Zacimba Gaba, representadas por Arilson Ventura. Ele destacou que a certificação é apenas o primeiro passo para a vinda de várias políticas públicas, citando benefícios na Educação e Saúde como exemplos. “O valor que vem para a comunidade de merenda e transporte escolar tem um aumento de 100%, dobra, o mesmo com o que vem para a unidade de saúde que atende essa comunidade”, destacou.

A certificação é apenas o primeiro passo para a vinda de várias políticas públicas

Benefícios vistos como muito importantes pela comunidade, com destaque para os agradecimentos feitos às gerentes da Secretaria Municipal de Agricultura, Kênia Resende Cardoso e Marta Maria de Azevedo Carvalho, que trabalharam durante todo o processo de certificação. Kênia colocou que todos estavam de parabéns, porque o mais importante é a vontade que a comunidade tem de mudar. “A comunidade merece o que está acontecendo e já está colhendo frutos, como a inclusão da farinha de mandioca daqui, na merenda escolar do município”, contou. Enquanto Marta Maria destacou que a festa do dia 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura, é uma tradição e vem crescendo na localidade. “Sempre fazendo tudo com união, o que não pode se perder e foi muito importante para chegar até aqui, e será muito importante para evoluir ainda mais”, enfatizou.

O secretário municipal de Agricultura, Edielson Rodrigues, que coordenou a solenidade de entrega do certificado, disse que a certificação é muito importante para a visibilidade da comunidade que acreditou no trabalho que foi realizado pelo município. “Esse processo é uma prova de que nada é impossível”, afirmou, destacando que viu, em uma reportagem na televisão, a história de uma comunidade que levou seis anos para conseguir a certificação de quilombola, enquanto a do Córrego do Sossego chegou a isso em pouco menos de oito meses. “Mas é apenas um passo e, é claro, que dificuldades vão aparecer, mas tenho certeza que serão superadas”, complementou.

O vice-prefeito Miguel Riva estava presente, também representando a prefeita Vera Costa – que estava num compromisso em Vitória. Ele parabenizou a comunidade pela certificação que vai trazer mais recursos e qualidade de vida, destacando que, hoje em dia, não há lugar melhor para viver do que a zona rural. “A zona rural, hoje, tem condições de oferecer toda a qualidade de vida que existe na cidade, com mais tranquilidade e dignidade para criar a família”, disse.

Também estavam presentes e parabenizaram a comunidade, pela conquista, o secretário municipal de Cultura, Turismo e Esportes, Leonardo Ridolfi, o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho do Vitalino, o vereador Wanderley Faria, o superintendente da Secretaria Municipal de Educação, Liomar Luciano de Oliveira – Mazinho, e o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Carlos Ola, entre outros.

Comunidade

A comunidade localizada no Córrego Sossego, na zona rural de Guaçuí, conta com aproximadamente 30 famílias que vivem da produção agrícola, como café e leite, principalmente, e teve sua certificação, como Quilombola, confirmada, no início deste ano. A portaria assinada pelo presidente da Fundação Cultural Palmares, Erivaldo Oliveira da Silva, certifica a comunidade como remanescentes de Quilombo. Com esta certificação, os membros da comunidade podem ser reconhecidos como descendentes afrobrasileiros, o que poderá trazer novas oportunidades culturais e de geração de renda, além do resgate histórico para o município.

Além dos moradores se autodeclararem quilombolas, suas atividades valorizam as tradições de seus antepassados, como a festa religiosa realizada no dia 13 de maio, Dia da Abolição da Escravatura. Essas características também se acentuam na culinária, com a fabricação de produtos, como a farinha de mandioca, açúcar mascavo, polvilho, entre outros.

Veja mais fotos sobre a Certificação de Comunidade Quilombola no link abaixo:

https://goo.gl/E6wqR3

Informações para a imprensa
Superintendência de Imprensa Oficial

(28) 3553-1387

Marcos Freire

comunicacao@guacui.es.gov.br

www.guacui.es.gov.br

www.facebook.com.br/prefeituradeguacui

www.youtube.com/prefeituradeguacui

www.twitter.com/guacui_gov

Fotos

Festa cultural marca certificação de comunidade quilombola

Festa foi organizada pela comunidade e Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura. (Divulgação PMG)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

https://guacui.es.gov.br/noticia/2018/05/festa-cultural-marca-certificacao-de-comunidade-quilombola.html

Publicações relacionadas

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Prefeitura de Guaçuí instala galeria de águas pluviais e fluviais na zona rural A primeira de quatro galerias foi instalada no Córrego do Patrimônio, com mão de obra da Secretaria Municipal de Agricultura e recursos próprios do município há 6 dias  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Site da Prefeitura de Guaçuí disponibiliza cartilha da Seag sobre colheita do café As orientações são sugestões do Governo do Estado para preservar a vida dos trabalhadores e das famílias rurais diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) há 2 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Feira dos Produtores de Guaçuí sofre modificações para atender população A feira vai acontecer nesta sexta, porque produtos já foram colhidos, mas produtores ainda vão avaliar como será nas próximas semanas há 2 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)
00:30

Vídeo VÍDEO GUAÇUÍ EM DIA - AGRICULTURA TRABALHA NA RECUPERAÇÃO DE ESTRADAS EM GUAÇUÍ A equipe da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento está trabalhando na recuperação das estradas vicinais de Guaçuí. Depois das fortes chuvas e enchentes do final de janeiro há 3 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Agricultura trabalha na recuperação de estradas em Guaçuí Desde o primeiro dia depois das chuvas, a equipe está percorrendo todo o município, dando prioridade para os locais com problemas mais graves há 3 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Secretaria de Agricultura atende produtores com serviços de trator Os produtores podem agendar os serviços na Semag e os atendimentos estão sendo feitos conforme a demanda há 3 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Agricultura doa mudas de espécies nativas para produtores em Guaçuí Entre os objetivos estão a recuperação de áreas degradadas e a proteção do lençol freático, além da regularização dos produtores do município há 4 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Concurso Leiteiro da Expoagro mostra potencial da pecuária de Guaçuí O evento aconteceu durante a 61ª Expoagro, reunindo animais nas categorias 30 kg e 40 kg que totalizaram 3.000 kg de leite nos quatro dias há 8 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia Produtores de Guaçuí conhecem experiência de sucesso em cafés especiais Eles estiveram numa propriedade rural de Iúna, onde uma família apostou na produção de cafés especiais e alcançou sucesso há 10 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

A primeira galeria, de um total de quatro, foi instalada na estrada principal do Córrego do Patrimônio. (Divulgação Semag)

Noticia “Ação no Campo” multiplica terreiros de cimento no interior de Guaçuí A ação da Secretaria Municipal de Agricultura, com desconto para o frete do saibro, facilita a construção de terreiros de cimento na zona rural há 10 meses  •  Agricultura Pecuária e Abastecimento

Aguarde, enviando dados!

clear