Prefeitura

Famílias aprovam construção de casas populares em concreto-pvc

38

Por Prefeitura Municipal de Guaçui, fonte Assessoria de comunicação da prefeitura de Guaçuí
Publicado em 22/05/2017 às 20:45  •  atualizado há 17 dias

As famílias beneficiadas e que vão receber gratuitamente as casas populares pelo programa “Minha Casa, Minha Vida” em Guaçuí estiveram reunidas nesta quinta-feira (18) a noite na sede do CRAS - Centro de Referência de Assistência Social para conhecer o projeto das moradias e a forma de construção. Ao todo serão 50 casas construídas no Bairro do Horto Florestal. No encontro, os beneficiados puderam ver como é a casa construída em concreto-pvc (Policloreto de vinila).
 
Com diversas espessuras, as paredes de pvc são preenchidas com concreto. A diferença para o sistema convencional de fôrmas é que estas ficam incorporadas à construção e servem como acabamento final, dispensando revestimentos adicionais como pinturas, rebocos e cerâmicas. O método é utilizado para construção de casas em diversos padrões, prédios industriais, prédios residenciais (em até cinco pavimentos), comerciais e escolas. O sistema é altamente defensor do meio ambiente, pois usa pouquíssima madeira durante a construção e não gera entulho.
 
A apresentação do projeto de construção foi feita pela empresa MS Construtora que vai erguer as residências em Guaçuí. Maria Madalena Eugênio Felipe é uma das beneficiadas e ganhou uma casa para morar com o marido e a filha. “Nunca tive casa própria. Já está sendo um sonho real pra mim. Reparei que a casa é de qualidade e quero poder morar numa casa assim.” confessou Maria Madalena.
 
Cada lote terá 125m² e os moradores poderão no futuro ampliar suas respectivas moradias para cima ou para os lados de cada casa. Em menos de um ano as casas estarão prontas.
 
Casas em Concreto-PVC
 
 
O combate ao déficit habitacional tem estimulado o uso de um novo sistema construtivo no Brasil. Criado no Canadá, o Concreto-PVC passou a atrair o interesse de companhias habitacionais por causa da velocidade com que permite erguer casas de interesse social. Através do programa Minha Casa, Minha Vida, ele hoje é aplicado também em Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Alagoas.
 
A tecnologia em Concreto-PVC é internacionalmente conhecida como Royal Building System (RBS), constituído por painéis ocos de duplo encaixe coextrudados de PVC.
 
No Brasil, o Concreto-PVC passou a ter consultoria da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), para aprimorar o concreto utilizado no sistema construtivo. A tecnologia exige concreto bem fluído (abatimento 25 cm ou mais) e utiliza brita “0” ou pedrisco para um melhor preenchimento das fôrmas.
 
Para se adequar ao programa Minha Casa, Minha Vida, a empresa que detém a tecnologia no Brasil adaptou o sistema para a construção de casas populares. Ele permite erguer uma habitação de interesse social em sete dias. Para uma residência de 56 m2, que utiliza fôrmas de 64 mm, são necessários para o preenchimento dos vãos aproximadamente 7,50 m3 de concreto. Outra vantagem é que o método pode ser utilizado com outros padrões de construção, como alvenaria convencional.

Fotos

Famílias aprovam construção de casas populares em concreto-pvc

https://guacui.es.gov.br/noticia/2017/05/familias-aprovam-construcao-de-casas-populares-em-concreto-pvc-ffxdx.html

Publicações relacionadas

Aguarde, enviando dados!

clear

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

aceitarpolítica de privacidade