Saúde

Guaçuí sedia Fórum de debate sobre tratamento do câncer

O Fórum é organizado pelo Hospital Evangélico de Cachoeiro, GAPPCI e Femama, com o apoio da Prefeitura de Guaçuí

star532

Por Comunicação Guaçuí , fonte Saúde Guaçuí
Publicado em 13/03/2019 as 14:57  •  atualizado há 3 horas

Com o apoio da Prefeitura de Guaçui, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), foi realizado, no município, o “Fórum de debate sobre o acesso ao tratamento do câncer”, na manhã desta quarta-feira (13), no Teatro Municipal Fernando Torres. O evento é organizado pelo Hospital Evangélico de Cachoeiro, Grupo de Apoio aos Portadores de Câncer de Cachoeiro de Itapemirim (GAPPCI) e Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama).

O encontro contou com a presença de servidores de todas as unidades de saúde do município que, por isso, ficaram fechadas durante o dia de hoje. Quem também esteve presente foi a prefeita de Guaçuí, Vera Costa, que elogiou o empenho dos organizadores do evento. “Como sempre digo, com amor tudo se constrói, e podemos sentir isso nas pessoas envolvidas nesse trabalho”, disse. Ela agradeceu pelo o que é realizado na Casa de Apoio, em Cachoeiro, onde pacientes são recebidos com carinho. “Muitas pessoas de nosso município são atendidas por uma equipe maravilhosa que as ajudam num momento em que estão precisando de apoio, por isso, Guaçuí está de portas abertas, porque é o mínimo que podemos fazer para retribuir”, complementou.

Uma das organizadoras do Fórum, a oncologista Sabina Aleixo, muito emocionada, abriu os trabalhos e apresentou os objetivos da iniciativa. Ela explicou que o objetivo é levar o Fórum a cidades polos de diversas regiões do Estado e buscar soluções que façam o paciente chegar cada vez mais rápido ao tratamento. “Lá em Cachoeiro, não atendemos só o sul do Estado e, por isso, resolvemos realizar ações para sensibilizar sobre prevenção e tratamento”, disse. “Em 2018, foram mais de 7.500 atendimentos de assistência a pacientes e, só em janeiro e fevereiro, esse número chegou a mais de 1.300, na Casa de Apoio, com almoço e jantar”, completou, para destacar o empenho de Guaçuí em ajudar. “Guaçuí atendeu de pronto, assim que falamos com o Márcio (Clayton, secretário municipal de Saúde), conseguimos organizar o Fórum”, enfatizou.

Márcio Clayton colocou que Guaçuí se prontificou em realizar o evento, visando também trazer informações para os servidores da sua Secretaria, que vão passar a lidar ainda melhor no atendimento a possíveis pacientes de câncer. “E o atendimento do Hospital Evangélico é essencial, é nossa referência, para a assistência de pacientes que precisam passar pelo tratamento”, afirmou.

O Fórum foi dividido em duas mesas de debate. A primeira foi apresentada pelo médico oncologista, José Zago Polido, e tratou sobre o “Registro Compulsório do Câncer como ferramenta de dados e quais as perspectivas com a nova lei”. Assunto que também contou com a participação do coordenador de Atenção Primária à Saúde (APS) de Guaçuí, Werton dos Santos Cardoso. Já a segunda mesa tratou sobre “A influência da legislação para o acesso a tratamento ágil e adequado – Lei dos 60 dias e Projeto de Lei dos 30 dias”. Também participaram o superintendente regional da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), José Maria Justo, a representante do Sistema Único de Saúde (SUS), Eliza dos Santos Daroz, e o diretor da Santa Casa de Guaçuí, Dênis Vaz.

O “Fórum de debate sobre o acesso ao tratamento do câncer” já está marcado para acontecer em Castelo, no dia 27 deste mês, no Teatro Municipal, a partir das 8 horas. E depois em Cachoeiro de Itapemirim, dia 17 de abril, no auditório do Hotel Bristol, no mesmo horário. A pauta dos eventos será a mesma discutida em Guaçuí.

Informações para a imprensa
Superintendência de Imprensa Oficial

(28) 3553-1387

Marcos Freire

comunicacao@guacui.es.gov.br

www.guacui.es.gov.br

www.facebook.com.br/prefeituradeguacui

www.youtube.com/prefeituradeguacui

www.twitter.com/guacui_gov

Fotos

Guaçuí sedia Fórum de debate sobre tratamento do câncer

O Fórum aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), no Teatro Municipal Fernando Torres, com participação de servidores de Guaçuí. (Divulgação PMG)

 

 

 

 

 

 

 

 

https://guacui.es.gov.br/noticia/2019/03/guacui-sedia-forum-de-debate-sobre-tratamento-do-cancer.html

Publicações relacionadas

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Caps de Guaçuí oferece tratamento para quem quer parar de fumar Equipe de profissionais atende as pessoas em grupos, com tratamento médico, medicamentoso, psicológico, odontológico e nutricional há 19 dias  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Secretaria de Saúde de Guaçuí convoca pessoas para vacinação contra sarampo A Secretaria Municipal de Saúde está solicitando aos moradores do município, com idade entre 1 e 49 anos, que procurem um posto de saúde há 27 dias  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Saúde Bucal de Guaçuí retoma serviços de próteses Conforme informações do Setor de Bucal da Semus, serão entregues 30 próteses por mês, durante o período de um ano há 1 mês  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Ação vai oferecer testes gratuitos para hepatites virais em Guaçuí A ação “Hepatite Zero” será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio do Rotary Club de Guaçuí há 1 mês  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Saúde Bucal conversa com pais sobre prevenção da cárie nas crianças Em mais uma ação do setor da Secretaria Municipal de Saúde, a conversa está acontecendo em creches de Guaçuí há 2 meses  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Saúde em alerta por causa de casos de dengue e chikungunya Foram confirmados seis casos de dengue e seis de chikungunya, até agora, entre os 235 casos suspeitos notificados há 2 meses  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Guaçuí atinge meta da campanha de vacinação contra gripe A campanha termina em todo Brasil nesta sexta e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), a meta já havia sido atingida na quarta-feira há 3 meses  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Saúde de Guaçuí fala sobre infecções sexualmente transmissíveis nas escolas Profissionais do SAE/CTA estão visitando escolas do município para levar esclarecimentos sobre o assunto aos alunos há 3 meses  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Programa Saúde na Escola inicia atividades em Guaçuí O programa vai ser levado para todas as escolas do município, onde são propostos 12 temas com a participação de diversos profissionais há 3 meses  •  Saúde

A dependência da nicotina – presente em qualquer derivado de tabaco – é considerada droga, porque possui propriedades psicoativas. (Divulgação)

Noticia Saúde Bucal prioriza prevenção atendendo as crianças em Guaçuí O setor realiza o “Saúde Bucal nas Escolas” todo mês, em creches do município, além do “Saúde Bucal Itinerante” entre outras ações há 3 meses  •  Saúde

Aguarde, enviando dados!

clear