Prefeitura

Exposição Pró-Memória começa a ser montada na Cultura

30

Por Prefeitura Municipal de Guaçui, fonte Assessoria de comunicação da prefeitura de Guaçuí
Publicado em 22/05/2017 às 20:45  •  atualizado há 1 mês

O Espaço Cultural da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes começou a ser preparado para receber a Exposição “Pró-Memória”. Nesta exposição estão algumas reproduções fotográficas do acervo municipal com enfoque principal na arquitetura predominante de época passada. Esta proposta tem como objetivo manter a história viva na memória de cada visitante que vem com o intuito de identificar e conhecer um pouco do Patrimônio Arquitetônico do município de Guaçuí.
 
Alinhavado ao tema Pró-Memória, a espaço vai apresentar o trabalho do artesão “Milton Alves de Paula” que com talento e riqueza de detalhes reproduziu através de maquetes em madeira e materiais alternativos as igrejas de Guaçuí. Uma das maquetes que poderá ser observada na exposição é a maquete da Igreja da matriz “São Miguel Arcanjo”.
 
    
Breve histórico
 
Milton Alves de Paula nasceu em Guaçuí em 10 de novembro de 1930, filho de Jader de Paula Sobrinho e Francisca Alves de Paula. Casou-se com a professora Clarismar Figueira de Paula com quem viveu durante quarenta anos. Dessa união teve dois filhos, Miltomar Figueira de Paula e Milton Figueira de Paula. Estando viúvo, casou-se pela segunda vez com a Luzia Nunes Macedo com quem viveu durante 18 anos.
 
Homem muito trabalhador foi operador de máquinas abrindo estradas, tratorista, fixando-se depois como caminhoneiro. Durante muitos anos em sua vida viajou pelo Brasil colecionando cartões postais dos lugares por onde passava.
 
Católico praticante era devoto de Nossa senhora da Consolação, com quem se apegava em suas orações.
 
Homem simples e de poucas palavras, nas horas vagas externava suas emoções através da arte de esculpir pequenas peças em madeira, bem como reproduzir formas arquitetônicas de nossa cidade.
 
Sem uma técnica específica suas maquetes são obras únicas com uma riqueza de detalhes que encantam.
 
Após seu falecimento em 22 de janeiro de 2013, dona Luzia Nunes Macedo (viúva) preocupa-se em preservar essas obras únicas, fazendo o trabalho de manutenção e descupinização para que gerações futuras possam apreciar e valorizar esse legado artístico e cultural.

Fotos

Exposição Pró-Memória começa a ser montada na Cultura

https://guacui.es.gov.br/noticia/2017/05/exposicao-pro-memoria-comeca-a-ser-montada-na-cultura-rydqo.html

Publicações relacionadas

Aguarde, enviando dados!

clear

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

aceitarpolítica de privacidade