Finanças

Repasse federal para enfrentar Covid-19 não repõe perdas do município

Recurso vai servir para compensar parte das perdas de arrecadação e uma parte tem que ser investida, obrigatoriamente, no combate à pandemia

1.995

Por Comunicação Guaçuí, fonte Finanças Guaçuí
Publicado em 10/06/2020 às 11:52  •  atualizado há 7 dias

Um recurso que era aguardado desde o mês de maio por estados e municípios, finalmente, foi liberado e Guaçuí recebeu a primeira parcela do Programa Federativo de Enfrentamento ao Covid-19 (PFEC) – PLP 39/2020. O total de R$ 1.038.133,84 foi depositado na conta da Prefeitura na terça-feira (9), correspondente à primeira parcela, de um total de quatro, que serão recebidas pelo município, o que dará um valor – caso as parcelas sejam exatamente iguais – acima de R$ 4,150 milhões.

Contudo, além de ter demorado para chegar, não é motivo para comemoração ou achar que o município tem R$ 4 milhões a mais em seus cofres. Isso porque esse valor não pode ser considerado um recurso novo. Esse dinheiro vai servir para compensar parte das perdas de arrecadação que o município teve nos últimos meses e uma parte tem que ser investida, obrigatoriamente, no combate à pandemia, como explica a secretária municipal de Finanças, Tina Costa. “Desse total, R$ 111.765,76 têm que ser usados no combate à pandemia do Coronavírus”, explica.

Além disso, Guaçuí teve uma queda de arrecadação de R$ 1.424.612,22, só no mês de abril, e está recebendo menos do que isso em cada uma das quatro parcelas anunciadas. Logo, esse recurso só irá recompor a perda de pouco mais de três meses, contando a partir de maio (maio, junho e julho). E como a queda deve se acentuar nos próximos meses, o município não terá essa compensação nos meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro, ou seja, até o encerramento do exercício financeiro de 2020.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Finanças (SMF), a conta não é complicada. Se as quatro parcelas forem iguais, Guaçuí vai receber, do PFEC, o total de R$ 4.152.535,36. Deste montante, R$ 447.063,04 só podem ser utilizados diretamente no combate à Covid-19, de junho, agora, até dezembro, o que dilui o valor em R$ 63.866,15, por mês. Enquanto, o restante do recurso, que dá R$ 3.705.472,32, também dividido nos sete meses restantes do ano, representa R$ 529.353,18 por mês. Se for considerado que o mês de maio também teve perdas, essa divisão seria por oito meses, diluindo ainda mais estes valores (R$ 55.882,88 e R$ 463.184,04).

Mas levando em conta o cálculo de sete meses para acabar o ano, como o município perdeu mais de R$ 1,4 milhão de arrecadação no mês de abril e essa perda vai se acentuar nos meses seguintes, pode-se ver que a compensação é mínima. Mesmo se for considerado uma perda, em média, de R$ 1,5 milhão por mês, até o final do ano (pode ser maior do que isso), o recurso do PFEC só irá repor pouco mais de R$ 500 mil por mês.

Ou seja, conforme destaca a Prefeitura, a ajuda é bem-vinda, mas não é suficiente para repor todas as perdas de arrecadação e diminuir, por exemplo, de forma considerável, o percentual de gasto com a folha de pagamento determinado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), um dos fatores que levou a Prefeitura a demitir 90 servidores contratados da Secretaria Municipal de Educação. Além da perda de arrecadação municipal e a queda no repasse do Fundeb e sem levar em conta, ainda, que 2020 já foi marcado por enchentes que também trouxeram prejuízos.

A queda na arrecadação tornou a folha de pagamento atual inviável para a administração que precisa reduzir o índice a menos de 54%, para estar dentro dos limites colocados pela LRF

Responsabilidade

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) obriga o Poder Executivo do município a não gastar mais de 54% do que arrecada com pessoal, enquanto o limite do Poder Legislativo é de 6%, o que representa o Limite Legal Máximo de 60%. Mas também há o Limite Prudencial e o Limite de Alerta. O Limite Prudencial é observado quando o gasto com pessoal, do Executivo, chega a 95% do Limite Máximo (51,3%), enquanto o Limite de Alerta é registrado quando o índice chega a 90% do mesmo Limite Máximo (48,6%).

Quanto à folha de pagamento, levando em conta os Limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (Alerta, Prudencial e Máximo), numa projeção de cenários colocados pelo TCES, diante da pandemia, o índice da Prefeitura de Guaçuí com despesas de pessoal ultrapassaria o Limite Máximo (54,7%, 56,8% e 58,8%, respectivamente). Ou seja, a queda na arrecadação tornou a folha de pagamento atual inviável para a administração que precisa reduzir o índice a menos de 54%, para estar dentro dos limites colocados pela LRF. E nem mesmo a chegada dos recursos do Programa Federativo de Enfrentamento ao Covid-19 (PFEC) mudam, de forma significativa, este quadro, conforme informa a SMF.

Quanto ao repasse do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), também do Governo Federal, nos meses de abril e maio, a perda de Guaçuí ultrapassou a R$ 500 mil. E, somente a folha de pagamento dos contratados da Secretaria Municipal de Educação (Seme), somados abril e maio, daria um total de R$ 594.849,80, sem contar os demais servidores da Secretaria, demonstrando que não haveria dinheiro para pagar essa parte da folha. Lembrando que a folha de pagamento de abril só foi fechada (ainda contando com os 90 servidores demitidos) por causa de um repasse feito pela Câmara Municipal de R$ 300 mil.

A SMF coloca que, considerando somente a perda nas receitas próprias do município, comparando abril de 2019 e 2020, o município teve uma queda de R$ 637.756,52, ou seja, 71,74%. Comparando os dois exercícios, a maior queda foi do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) que ficou em 98,32%, enquanto o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) teve uma queda de 86,03%. Já o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) caiu 89,84% e a queda na arrecadação de outras taxas municipais ficou em 78,27%. A menor queda foi do Imposto sobre Serviços (ISS), que ficou em 35,53% – veja quadros abaixo com os números também das transferências da União e do Estado.

Informações para a imprensa

Superintendência de Imprensa Oficial

(28) 3553-1387

Marcos Freire

comunicacao@guacui.es.gov.br

www.guacui.es.gov.br

www.facebook.com.br/prefeituradeguacui

www.youtube.com/prefeituradeguacui

www.twitter.com/guacui_gov

Fotos

Repasse federal para enfrentar Covid-19 não repõe perdas do município

Os recursos do PFEC não podem ser considerados um recurso novo, já que vai servir para compensar parte das perdas de arrecadação que o município. (Comunicação Guaçuí)

https://guacui.es.gov.br/noticia/2020/06/repasse-federal-para-enfrentar-covid-19-nao-repoe-perdas-do-municipio.html

Publicações relacionadas

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS Foram sorteados um smartphone e uma moto 0 km para as campanhas "Consumidor Sua Nota Tem Valor" e "Agricultor Sua Nota Tem Valor". há 4 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA REALIZA TERCEIRO SORTEIO DA CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS O evento aconteceu na última sexta-feira (27), em frente a Prefeitura, durante a feira do produtor rural. há 5 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA DE GUAÇUÍ INICIA REFIS 2023 COM ATÉ 100% DE DESCONTO EM JUROS E MULTAS  há 6 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA SORTEIA MAIS DOIS SMARTPHONES DA CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS  há 6 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA DE GUAÇUÍ REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DISCUTIR A LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL (LOA) DE 2024  há 7 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia TERMO DE ADESÃO À NOTA FISCAL DE SERVIÇO ELETRÔNICA DE PADRÃO NACIONAL Termo de Adesão do MUNICÍPIO DE GUAÇUÍ/ES ao Convênio da NFS-e há 7 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA REALIZA PRIMEIRO SORTEIO DA CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS Os primeiros ganhadores foram Sonia Tulio Pereira e Ananias Pires Moreira. há 8 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia VEM AÍ O PRIMEIRO SORTEIO DA CAMPANHA "GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS" O sorteio de dois smartphones acontecerá nesta sexta-feira (25), a partir das 16h, na Feira do Produtor Rural. há 8 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA REALIZA AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA APRESENTAÇÃO DAS METAS FISCAIS DO PRIMEIRO QUADRIMESTRE DE 2023  há 11 meses  •  Finanças

PREFEITURA DE GUAÇUÍ ENCERRA COM CHAVE DE OURO A CAMPANHA GUAÇUÍ MAIS PRÊMIOS

Noticia PREFEITURA PRORROGA DATA PARA PAGAMENTO DO IPTU 2023 Os carnês atualizados com as novas datas só serão retirados no Setor de Tributação no Espaço do Cidadão no horário de expediente, de 08h às 11h e das 13h00 às 17h00. há 1 mês  •  Finanças

Aguarde, enviando dados!

clear

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

aceitarpolítica de privacidade